Poemas para uma Rainha

 

Arnaldo Saldanha Pires

14x21cm
68 páginas

R$ 18,00

 

ISBN - 978-85-98175-5

 

Compre seu livro sem sair de casa - clique aqui

Apresentação
Arnaldo Saldanha Pires pode não ser a voz mais ribombante da poesia atual. Porém tem-na diferente – às vezes até chocadamente diferente – personalíssima no coral amplificado da poesia que procura tom e rumo no início de um tempo em que o som digitalizado da internet abafou o planger do alaúde e o ciciar da pena. Mas se o tempo é outro, as necessidades espirituais do homem continuam as mesmas. Precisa viver emoções e reparti-las e, na recíproca, ouvir e condividir a experiência dos semelhantes. Essa doação e essa interação é que fazem do animal, o homem. E dos mais sensíveis dos homens, os poetas. “A pena é a lingua da alma”, enfatizou Cervantes pela voz do Quixote.


De Arnaldo Saldanha Pires percebe-se, desde os primeiros versos, a força natural que na árvore faz brotar as folhas; não se empenha em invocar coisas solenes e complicadas mas se estende no trabalhar em versos muito pessoais aquelas situações que justificam o viver do hmem e o faz com a simplicidade do questionar-se ao espelho ou confidenciar aos amigos os desejos, as vitórias e as amarguras: “A verdade é que o amor liberta,/ E ao libertar ele aprisiona”.
Hernâni Donato