OS SIGNIFICADOS DO FIM DE SEMANA

Rhauna Nemer Damous

14x21cm
164 páginas

R$ 35,00

ISBN 85-98175-11-0

Compre seu livro sem sair de casa - clique aqui

Os Significados do Fim de Semana não é somente um livro objeto de uma pesquisa científica, realizada por Rhauna Damous no departamento de Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, colaborando e muito para o estudo do turismo e do lazer, é, também, uma excelente leitura a todos que têm a curiosidade de saber o que nos acontece no fim de semana, o que o difere dos dias chamados “úteis” - Somos mais autênticos -
Em um trabalho recheado de depoimentos em suas entrevistas e discussões em grupo, certamente encontramos muitas semelhanças com o nosso dia a dia e, como em um espelho, nos reconhecemos em várias situações corriqueiras: sair, ficar em casa, tomar banho, assistir TV, namorar, vestir-se, dormir, comer e até o café da manhã nos revelam sentidos bastante peculiares que o fim de semana imprime na vida de cada um.
Rhauna, com sua forma de escrever, coloca lado a lado dois elementos difíceis de misturar, um trabalho sério, científico e muito bem fundamentado com uma leitura agradável que certamente consegue entreter a qualquer leitor.
Peça interessante para os estudos da comunicação, turismo, lazer e, porque não, da psicologia e das ciências do cotidiano, Os Significados do Fim de Semana, além de sondar possíveis significados, chega a ser divertido, quando nos reconhecemos em algumas de suas páginas.

Apresentação
Originário de uma temporalidade cindida artificialmente, a partir da Revolução Industrial, o Lazer tornou-se prática difundida em vários tempos liberados do trabalho economicamente produtivo, entre eles: o fim do dia, o fim de semana, os feriados e as férias. Discute-se a necessidade de compreender o Lazer contextualizando-o às características próprias de cada um desses tempos. Elegendo-se o Fim de Semana como uma unidade temporal relevante, procura-se aprofundar essa discussão através da observação dos significados e da identidade desse tempo na vida de mulheres e homens adultos, que trabalham e gozam da folga semanal remunerada aos sábados e aos domingos. Numa abordagem exploratório-descritiva, adotou-se o método qualitativo e técnicas de observação indireta na realização de dezoito entrevistas individuais e duas discussões em grupo, o que resultou uma amostra final de trinta e três sujeitos. Descreve-se e discute-se o conjunto de práticas, pensamentos e sentimentos relativos ao Fim de Semana. Apresenta-se um conjunto de sete categorias que se revelam centrais à identidade dessa unidade temporal: relaxamento da tensão temporal presente-futuro próximo, conexão com a realidade, re-ligação, pulsação (contração-expansão), ludicidade, individualidade e restauração. Tendo apresentado um conjunto próprio de formas com que o indivíduo se relaciona com o tempo, com os outros, com os espaços e consigo mesmo, oferecendo práticas e sentidos compartilhados, conclui-se que existe uma Cultura do Fim de Semana.

Do editor
Este livro de Rhauna demonstra que, em geral, somos outras pessoas no fim de semana Recheado de depoimentos que certamente irão de encontro às nossas vidas, passa por uma interpretação de todas as etapas do fim de semana, desde a nossa sociabilização até a sexualidade e as relações entre pais e filhos. Longe de ser um livro apenas para estudiosos, Os Singificados do Fim de Semana, é um livro onde encontramos espelhados os nossos hábitos e manias, tornando-o interessante e divertido de ler, além de ser uma valiosa fonte para quem quer estudar e se aprofundar na Cultura do Fim de Semana.